SINAIS DO TEMPO DO FIM

OS SINAIS DO TEMPO DO FIM Independente dos sinais de Mateus serem ou não indicadores do arrebatamento temos outros sinais nas Escrituras que apontam para o tempo do fim,   muito mais que identificar a proximidade da volta de Jesus, revelam aspectos sociais, morais e religiosos que aconteceriam justamente no tempo em que o   Senhor voltaria….

Avalie isto:

SETE COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA SER SALVO

  1. Toda a humanidade está mergulhada no pecado Em primeiro lugar, você precisa saber que toda a humanidade acha-se mergulhada no pecado. Veja o que a Bíblia diz: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23) 2. O pecado faz separação entre o homem e o seu Criador o Eterno…

Avalie isto:

Lição 08: Abigail – Dinâmica “Foi a Gota D’água!” + Subsídio Teológico.

Dinâmica: Foi a Gota D’água! Objetivo: Estudar sobre a contenda, suas consequências e como evitá-la. Material: 01 copo, Água, 01 bandeja. Procedimento: – Escrevam no quadro a expressão “Foi a Gota D’água!” – Perguntem: O que significa esta expressão? Aguardem as respostas. As respostas devem ser em torno de algo que faz com que alguém perca seu limite…

Avalie isto:

RUTE – DINÂMICA: DE MOABE A BELÉM

Dinâmica: De Moabe a Belém Objetivo: Contextualizar a história de Rute com a vida dos alunos. Material: 04 figuras de pés(esquerdo e direito) 01 pão pequeno(pode ser pãozinho de queijo) Procedimento: – Organizem os alunos em círculo. – Falem: Do que conhecemos da história de Rute, a situação dela e da sogra(Noemi), quando ainda estavam…

Avalie isto:

LIÇÃO 7 – RUTE, UMA MULHER DIGNA DE CONFIANÇA

Rute escolheu ajudar Noemi e seguir o seu Deus. Rute se recusou a abandonar sua sogra, viúva e sem nenhum recurso financeiro. A história de Rute revela seu caráter bondoso e fiel ao Deus de Israel e à sua sogra. Rute nos deixa uma lição preciosa com seu perfil e que o amor e a…

Avalie isto:

Dinâmica: A amizade é como Matemática e Dinâmica: Árvore dos Amigos

Adultos:  Lição 06: Jônatas, um exemplo de lealdade http://ebdinterativa.com.br/wp-content/themes/smart-mag/js/html5.js DINÂMICA: A AMIZADE É COMO MATEMÁTICA Objetivo: Refletir sobre a importância das amizades, as influências positivas e o cuidado com as negativas. Material: Sinais matemáticos de adição, diminuição, multiplicação e divisão, de preferência, feitos de cartolina, cada sinal de uma cor diferente. 01 cartolina para escrever alguns…

Avalie isto:

LIÇÃO Nº 6 – JÔNATAS, UM EXEMPLO DE LEALDADE

LIÇÃO Nº 6 – JÔNATAS, UM EXEMPLO DE LEALDADE | AdautoMatos Jônatas é exemplo de lealdade na Bíblia Sagrada. INTRODUÇÃO – Na sequência do estudo de personagens bíblicas que nos ensinam sobre o caráter cristão, estudaremos hoje Jônatas, o filho de Saul. – Jônatas é exemplo de lealdade na Bíblia. I – JÔNATAS, O FILHO…

Avalie isto:

ENSINANDO PARA TRANSFORMAR O CARÁTER

ENSINANDO PARA TRANSFORMAR O CARÁTER Quando alguém se refere a um aluno como “uma peça rara”, de um jeito ou outro, você pode aguardar algo extrordinário. Você antecipa que algumas características marcantes desse aluno afetarão sua classe ou a escola, de alguma forma. De fato, nosso caráter simboliza um conjunto de qualidades que nos caracterizam…

Avalie isto:

Dinâmica: Semeadura e Colheita + Subsídio Teológico

Dinâmica: Semeadura e Colheita Objetivo: Refletir sobre o princípio da semeadura e da colheita. Material: 01 cesta pequena com sementes variadas. 01 copo descartável pequeno(tipo cafezinho) para cada aluno. Procedimento: – Leiam Gl 6.7 “… tudo o que o homem semear, isso também ceifará”. – Falem: Este é o princípio da semeadura e da colheita….

Avalie isto:

Jacó – Comentário Bíblico Moody

Jacó. 27:1 – 36:43. 1) Jacó e Esaú. 27:1-46.1-17. Tendo-se envelhecido Isaque .. . chamou a Esaú. É difícil imaginar todo o sofrimento, agonia e cruel desapontamento envolvidos nesta narrativa pitoresca. O velho patriarca, cego e trôpego, fez planos de transmitir as sagradas bênçãos ao seu filho primogênito. Mas a astuciosa Rebeca, que ouviu as…

Avalie isto:

Dinâmica: Promessa de Deus + Subsídio Teológico

Dinâmica: Promessa de Deus Objetivos: Refletir sobre o cumprimento das promessas divinas na vida de Isaque. Renovar a esperança e a fé nas promessas de Deus. Material: 01 folha de papel ofício dividida ao meio por um traço e caneta para cada aluno. Procedimento: – Perguntem o que significa a palavra “Promessa”. Segundo o Dicionário…

Avalie isto:

A HISTÓRIA DE ISAQUE – Notas Explicativas

A HISTÓRIA DE ISAQUE (25.19-28.9) – Notas Explicativas Isaque herdou tudo de seu pai, incluindo a promessa de DEUS de tornar os seus descendentes uma grande nação. Como um menino, Isaque não resistiu enquanto seu pai preparava-se para sacrificá-lo e, como homem, aceitou com alegria a esposa que outros escolheram para ele. Através da vida de Isaque, aprendemos…

Avalie isto:

Melquisedeque – História, Hermenêutica e Significação Profética – R.N. Champlin

MELQUISEDEQUE  – Esboço: I. Nome e História II. Rei e Sacerdote III. Referências Bíblicas IV. Significação Profética V. Uso Hermenêutico VI. Identificações I. Nome e História Melquisedeque é a transliteração, para o português, de um nome hebraico que significa «rei da justiça». Ele era rei de Salém (Jerusalém) e sacerdote de El Elion, o que o…

Avalie isto:

Melquisedeque – Comentário Moody de Gênesis cap. 14

Gênesis 14 – Abraão, Ló, Melquisedeque. 14:1-24. 14:1-14. Em vez de desfrutar de paz, prosperidade e alegria, Ló e Abrão encontraram-se no meio de uma guerra. Poderosos exércitos combativos vindos do oriente invadiram a terra da Palestina, e causaram muitos estragos. Abrão se envolveu profundamente por causa do amor que tinha por Ló, e logo se…

Avalie isto:

Caim e Abel – Comentário Bíblico Moody

Gênesis (Comentário Bíblico Moody) Gênesis 4 – Os Dois Irmãos. 4:1-26. Caim (Qayin). A palavra Caim está geralmente associada com qeinâ do hebreu, “adquirir” ou “obter”. A derivação está baseada na semelhança do som, mais do que por causa da etimologia básica, Poderíamos dizer que é um jogo de palavras. O verdadeiro significado da palavra possivelmente…

Avalie isto:

Lição 01 – Subsídio Teológico

A Formação do Caráter Cristão 2° Trimestre de 2017 INTRODUÇÃO I – O CARÁTER NA REALIDADE DO HOMEM II – A DEFORMAÇÃO DO CARÁTER HUMANO III – A REDENÇÃO DO CARÁTER HUMANO CONCLUSÃO Professor, preparado para dar início a mais um trimestre? Estudaremos a respeito do caráter de alguns personagens bíblicos. É importante que você…

Avalie isto:

DINÂMICAS PARA LIÇÕES 11 e Fechamento do II Trimestre

Dinâmica: Domínio Próprio Objetivo: Refletir sobre domínio próprio. Material: 01 martelo; 01 prego; 01 pedaço de madeira; 01 caixa. Procedimento: – Leiam ou contem a história do menino relatada no texto “O Garoto, o Martelo e os Pregos”. O Garoto, o Martelo e os Pregos Havia um garotinho que tinha um mau gênio. Seu pai lhe deu um saco…

Avalie isto:

Lição 11: Vivendo de Forma Moderada

Lição 11: Vivendo de Forma Moderada 1° Trimestre de 2017 INTRODUÇÃO I – TEMPERANÇA, O DOMÍNIO DAS INCLINAÇÕES CARNAIS II – PROSTITUIÇÃO E GLUTONARIA, O DESCONTROLE DA NATUREZA HUMANA III – VIVENDO EM SANTIFICAÇÃO E DEIXANDO OS EXCESSOS CONCLUSÃO Vivemos numa sociedade onde os excessos da vida são estimulados diariamente, como o acesso ao consumo diante…

Avalie isto:

PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA E ADMINISTRAÇÃO ECLESIÁSTICA

PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA E ADMINISTRAÇÃO ECLESIÁSTICA   1.0 INTRODUÇÃO 1. 1 O caráter nobre do pastoreio. Cuidar do rebanho de Deus é uma das mais nobres tarefas dadas por Deus ao homem. Representa, também, enormes e pesadas responsabilidades, pois quem administra uma igreja está lidando não só com as questões administrativas do dia-a-dia, mas sobretudo…

Avalie isto:

Mansidão, Torna o Crente Apto para Evitar Pelejas

LIÇÃO 10 – Tópicos: I – MANSIDÃO, O OPOSTO DA ARROGÂNCIA; II – EVITANDO AS PELEJAS E CONTENDAS; III – BEM-AVENTURADOS OS MANSOS. De acordo com a Palavra de Deus, ser manso é uma das virtudes do Reino de Deus. No Evangelho e Mateus 5.5 há uma promessa de que os mansos são bem-aventurados porque eles herdarão a…

Avalie isto:

LIÇÃO 09: HERESIA e IDOLATRIA – Definições.

IDOLATRIA – A Avaliação do Novo Testamento Os primeiros cristãos inevitavelmente entraram em contato com a idolatria gentílica (At 17,16). Assim, eles frequentemente tinham que encarar questões relacionadas aos alimentos e à carne oferecida aos ídolos durante as festividades (At 15.20; 1 Pe 4.3; Ap 2,14,20), especialmente em Corinto (1 Co 8; 10). Idólatra é…

Avalie isto:

LIÇÃO 09 – FIDELIDADE – Subsídio e Dinâmica

Fidelidade, Firmes na Fé 1° Trimestre de 2017 I-O SIGNIFICADO DE FIDELIDADE II-IDOLATRIA E HERESIA: UM PERIGO À FIDELIDADE III-SEJAMOS FIÉIS ATÉ O FIM Na lição de número 9, estudaremos a fidelidade, contrapondo com a idolatria, uma das obras da velha natureza. Fidelidade é uma característica daquele que é fiel, leal e que demonstra zelo…

Avalie isto:

LIÇÃO 8 – A BONDADE QUE CONFERE VIDA

PRE – AULA ( EBD) Tema do 1º Trimestre de 2017– As Obras da Carne e o Fruto do Espírito – Como o Crente Pode Vencer a Verdadeira Batalha Espiritual Travada Diariamente. Comentarista: Pastor Osiel Gomes Lição 8 – A Bondade que Confere Vida Texto Áureo – “Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida….

Avalie isto:

JUSTIFICAÇÃO, SOMENTE PELA FÉ EM JESUS CRISTO

A DOUTRINA DA JUSTIFICAÇÃO Entre as inestimáveis doutrinas do Cristianismo está a justificação. Doutrina esmerada pelo apóstolo Paulo em sua magna Carta aos Romanos e resgatada por Lutero, na Reforma. A ausência e a incompreensão da doutrina da justificação no período da Idade Média trouxe-ram muitos prejuízos como a escravidão da consciência, conceitos errados acerca…

Avalie isto:

Benignidade: Um Escudo Protetor contra as Porfias – Subsídio Teológico

Benignidade: Um Escudo Protetor contra as Porfias 1° Trimestre de 2017 INTRODUÇÃO I- A BENIGNIDADE FUNDAMENTA-SE NO AMOR II- A PORFIA FUNDAMENTA-SE NA INVEJA E NO ORGULHO III-REVISTAMO-NOS DE BENIGNIDADE CONCLUSÃO   Na lição de hoje estudaremos a benignidade como um aspecto do fruto do Espírito e antídoto contra as porfias. O texto bíblico da…

Avalie isto:

Paciência: Evitando as Dissensões – Subsídio Teológico

Paciência: Evitando as Dissensões 1° Trimestre de 2017 INTRODUÇÃO I-PACIÊNCIA, ATO DE RESISTÊNCIA À ANSIEDADE II-DISSENSÕES, RESULTADO DA IMPACIÊNCIA III-PACIÊNCIA, PROVA DE ESPIRITUALIDADE E MATURIDADE CRISTÃ CONCLUSÃO Na lição do dia 5 de fevereiro, teremos duas palavras-chave: Paciência e dissensões. Dois vocábulos antagônicos que vão nos ajudar a compreender que a paciência, fruto do Espírito,…

Avalie isto:

Dinâmica: Paz nos relacionamentos

Objetivos: a) Refletir sobre a paz nos relacionamentos. b) Promover momento de descontração. Material: – Texto “O Garotinho chamado amor”, ver no procedimento. – Cartaz com o seguinte conteúdo: AMOR – UM ABRAÇO PAZ – APERTO DE MÃO SORRISO – GARGALHADA GARRA – TROCA DE LUGAR BEM VINDOS – PALMAS – 01 rolo de fita…

Avalie isto:

Paz de Deus: Antídoto contra as Inimizades – Subsídio Teológico

Paz de Deus: Antídoto contra as Inimizades 1° Trimestre de 2017 INTRODUÇÃO I- A PAZ QUE EXCEDE TODO ENTENDIMENTO II- INIMIZADES E CONTENDAS, AUSÊNCIA DE PAZ III- VIVAMOS EM PAZ CONCLUSÃO Prezado professor, na lição de número cinco estudaremos a paz, fruto do Espírito, antídoto contra as inimizades. Teremos duas palavras-chave: paz e inimizades. No…

Avalie isto:

Monitoria na Escola Bíblica Dominical

Monitoria é uma atividade de ensino e aprendizagem de caráter cooperativo entre professores e alunos, que estimula a iniciação docente, que geralmente acontece em cursos de graduação, porém se faz presente também no Ensino Médio e nos últimos anos do Fundamental de forma mais escassa. Entretanto, sua prática também é possível na Escola Bíblica Dominical….

Avalie isto:

O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE – Leitura Semanal

Leitura Semanal: O perigo da prostituição, da impureza e da lascívia. “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia.”   (Gálatas 5:19)   O perigo da idolatria, das feitiçarias e das inimizades. “Idolatria, feitiçaria, inimizades.”  (Gálatas 5:20)   O perigo das contendas, das disputas e das iras. “Porfias, emulações, iras,…

Avalie isto:

FRUTO DO ESPÍRITO: ALEGRIA E A PAZ

CONSIDERAÇÕES SOBRE O FRUTO DO ESPÍRITO NAS PALAVRAS, EM SEPARADOS. ALEGRIA A alegria Fruto do Espírito não é circunstancial, quando tudo vai bem, não é aquela provocada pelo humorismo, reveladas em risos e gargalhadas.  Algumas pessoas  estão sempre rindo. O Sanguíneo está sempre rindo, mas isto não quer dizer que ele  tenha alegria, Fruto do Espírito. A alegria Fruto…

Avalie isto:

FRUTO DO ESPÍRITO: AMOR

CONSIDERAÇÕES SOBRE O FRUTO DO ESPÍRITO NAS PALAVRAS, EM SEPARADOS.  I. O AMOR Amor seria o nome do Fruto do Espírito, e as oito outras palavras usadas por Paulo, seriam manifestações do Amor. Deus criou o homem á sua imagem e semelhança. Uma das semelhanças do homem com Deus, é que o homem  tem  capacidade para amar. Entretanto, com…

Avalie isto:

Escolhendo os professores para a Escola Bíblica Dominical

Texto Pedagógico. Geralmente, os professores da Escola Bíblica Dominical(EBD) são escolhidos por se destacarem na igreja quanto ao exemplo na conduta cristã e no conhecimento bíblico. Estes dois critérios citados acima são muito importantes, mas outros itens precisam ser analisados para a escolha de professores para a EBD. O conjunto de todos eles, ao serem…

Avalie isto:

FRUTO DO ESPÍRITO – SUBSÍDIO TEOLÓGICO

FRUTO DO ESPIRITO  GALATAS 5:16-26 INTRODUÇÃO                                    Em João 15, Jesus disse que Ele á Videira Verdadeira; que nós somos os ramos; que temos que estar limpos; que não  podemos produzir fruto por nós mesmos;  que temos de produzir muitos frutos, e produzir fruto que permanece. O texto fala de uma árvore, dos  seus ramos e do seu fruto. Em Romanos 11: 16-24, Paulo…

Avalie isto:

A FIDELIDADE DE DEUS – Lição 13 EBD/CPAD – Subsídio Teológico

A FIDELIDADE DE DEUS  “Sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas, estou ins-truído, tanto a ter fartura como a ter fome, tanto a ter abundância como a padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.12,13). Os Sofrimentos de Paulo por amor…

Avalie isto:

Dinâmica: Combati o bom combate – Lição 13: A Fidelidade de Deus

Dinâmica: Combati o bom combate Objetivos: Refletir sobre a transformação na vida de Saulo de Tarso, após a conversão. Enfatizar o exemplo do apóstolo Paulo na divulgação do Evangelho. Material: 01 folha de papel ofício 01 pincel atômico 01 folha de papel ofício para cada aluno Procedimento: – Apresentem uma folha de papel ofício limpa…

Avalie isto:

Adequação da Linguagem na EBD

ADEQUAÇÃO DA LINGUAGEM NA EBD Texto Pedagógico Adequação da linguagem é a habilidade que o usuário da língua se apropria para adaptar a fala de acordo com o contexto, o local, o assunto e o tipo de ouvinte. O cuidado com a compreensão daquilo que é transmitido é um ponto importante para que a comunicação…

Avalie isto:

Lição 12: Sabedoria divina para a tomada de decisões – Dinâmica: Quer Sabedoria?

Dinâmica: Quer Sabedoria? Objetivo: Iniciar o estudo sobre a sabedoria que vem do alto. Material: 01 caixa Nome SABEDORIA digitado. Envelopes pequenos(quantidade depende do número de alunos). Papel pequeno com o versículo de Tg 3. 17 digitado(01 para cada envelope): *01 pincel atômico ou um marcador para quadro branco, *01 cartolina ou um quadro branco. Organizar o material…

Avalie isto:

A Importância do Professor da EBD para a Igreja

Texto Pedagógico – A importância do professor da EBD para a Igreja 1 – Escola Bíblica Dominical. A EBD é o departamento mais importante da igreja, pois é a agência de ensino da Palavra de Deus. Concernente a isto, o pastor Antonio Gilberto afirma: “Mal sabia Raikes que estava lançando os fundamentos de uma obra…

Avalie isto:

Lição 11 – Dinâmica: Promessa de Deus

Professoras e professores, observem estas orientações: 1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos: – Cumprimentem os alunos. – Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar. – Perguntem como passaram…

Avalie isto:

Dinâmica: O Que Você tem em Suas mãos? – E mais: Subsídio Teológico

Dinâmica: O Que Você tem em Suas Mãos? Objetivo: Refletir sobre as armas que usamos quando estamos em batalha e como agimos diante das lutas. Material: Metade de uma folha de papel ofício para cada aluno. Procedimento: – Entreguem para os alunos a metade de uma folha de papel ofício e peçam para que façam…

Avalie isto:

Dinâmica: Caminhando em Oração

Dinâmica: Caminhando em Oração Objetivos: Compartilhar motivos de oração e agradecer as bênçãos recebidas. Refletir como Deus tem trabalhado pela família dos alunos. Material: 01 tapete Rosas Pedras grandes e pequenas Versículos bíblicos sobre oração Procedimento: – Organizem o material da dinâmica, no meio da sala de aula da seguinte forma: tapete no chão, e…

Avalie isto:

Dinâmica: Semente da Fé – Lição 7 Adultos

Dinâmica: A Semente Da Fé Objetivos: Entender o que significa a expressão “Se tiveres fé como um grão de mostarda”. Refletir sobre a fé. Material: 01 envelope de sementes da mostarda. Observações: – Vocês poderão encontrar as sementes de mostarda em supermercados e em lojas que vendem produtos agrícolas. – A semente de mostarda é…

Avalie isto: